Os Primeiros Votos

Os primeiros votos de pobreza, de castidade e de obediência são temporários, renovados a cada dois anos, durante um período total que vai de seis a nove anos.

A jovem professa usa, a partir dos primeiros votos, uma «aliança», sinal de seu engajamento e da fidelidade de Deus.

Habitualmente deixa a comunidade do noviciado para ser enviada a outra comunidade, às vezes a outro país. Encontra irmãs que a acolhem e uma superiora local que está atenta para que ela seja acompanhada e sustentada em sua evolução humana e espiritual.

      

Abre-se então um período consagrado aos estudos teológicos, pastorais ou profissionais, conforme o percurso e as aptidões de cada uma. Um período marcado também por diferentes experiências apostólicas, através de uma atividade pastoral ou em meio profissional.

Durante esses anos em que a jovem professa adquire os meios necessários para « servir em qualquer lugar do mundo », conforme a vocação da Congregação, cada uma é levada a um trabalho interior de unificação pessoal, que lhe permite, no coração do mundo, buscar e encontrar Deus em todas as coisas.

O caminho feito durante os votos temporários será ainda confirmado pelo tempo da terceira provação.